Decoração e Arquitetura 11 jan / 2017

Como conciliar os gostos na decoração

Dividir um imóvel com outra pessoa, seja ela um familiar, amigo ou alguém que você ainda não conhece, requer diálogo e jogo de cintura para evitar desgastes desnecessários, como os que envolvem a decoração, por exemplo.

Como conciliar os gostos na decoração - Ademilar

Como nem sempre os gostos são parecidos, a solução é conciliar as preferências de cada um. O primeiro passo, como sugere reportagem do ZAP, é escolher em conjunto as cores das paredes. Se uma das pessoas pender para as vibrantes e a outra for fã dos tons sóbrios, melhor partir para as tonalidades claras ou até mesmo manter o branco. Outra opção, no caso de os moradores divergirem entre cores que não dialogam entre si, é aplicar cada tonalidade em ambientes bem distintos.

No momento de definir o layout dos cômodos, deve-se delimitar as áreas “privativas” de cada um. Em relação à mobília, o ideal é priorizar as peças que facilitem a organização.

Ao decorar os ambientes, vale a discrição, para evitar que uma das personalidades se sobreponha - Ademilar

Ao decorar os ambientes, vale a discrição, para evitar que uma das personalidades se sobreponha. Assim, pequenos objetos de decoração, como plantas e retratos da família, funcionam bem e ainda ajudam a criar no morador a sensação de pertencimento ao imóvel.

Se a casa ou o apartamento estiverem sendo compartilhados por amigos, o ideal é que cada um tenha seu próprio quarto. Dessa forma, garante-se privacidade e, ao menos naquele espaço, controle total sobre a decoração, incluindo objetos pessoais, cores e mobiliário.

Em relação aos casais, no quarto devem predominar os tons neutros e objetos de decoração que façam sentido a ambos, como aqueles que contam a história dos dois. Nestes ambientes, o arquiteto Marco Reis orienta evitar os clichês, como papel de parede florido e roupa de cama muito feminina. “Muitas vezes, só as preferências da mulher são levadas em conta, e o homem fica em segundo plano, isso é um erro”.

No quarto de casal devem predominar os tons neutros e objetos de decoração que façam sentido a ambos - Ademilar

Outra questão importante a ser considerada em imóveis divididos por amigos é a privacidade das áreas íntimas. Como sugere o arquiteto Artur Diniz, “para garantir o silêncio no quarto enquanto ocorre uma reunião na sala, por exemplo, pode-se instalar uma porta no corredor para ajudar a isolar o som”.

Veja também: Como criar um cantinho zen em casa

—————————————————————————————–

A Ademilar é especialista em consórcio de investimento imobiliário e, desde 1991, já atendeu mais de 25 mil clientes. Para comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos e fazer uma Aposentadoria Imobiliária Ademilar, contamos com uma equipe especializada.

Acesse o site ou agende uma visita! http://www.ademilar.com.br/

———

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *