Consórcios apresentam recorde de vendas e seguem conquistando novos consumidores

Consórcios apresentam recorde de vendas e seguem conquistando novos consumidores - Ademilar

Cada vez mais, o consórcio vem se mostrando um ótimo negócio para quem deseja investir em um patrimônio. Não é à toa que seu crescimento se consolida gradativamente. De janeiro a julho de 2011, por exemplo, o sistema apresentou recorde no acumulado de vendas e superou 1,5 milhão de novas cotas.

Segundo a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), o volume de negócios também teve crescimento significativo nesses sete meses. Ao chegar aos R$ 47,1 bilhões, apontou alta de 40,2% sobre os R$ 33,6 bilhões totalizados nos mesmos meses de 2010.

Veja também: por que o consórcio é um ótimo negócio

Além disso, ainda de acordo com a ABAC, em julho o número de participantes ativos em consórcios foi de 4,35 milhões, 10,7% a mais do que a quantidade de consorciados ativos do mesmo período no ano anterior: 3,93 milhões. As contemplações acumuladas também apontaram bom crescimento. Em 2011 totalizaram 618,8 mil (jan-jul/2011), 10,0% mais que as 562,5 mil (jan-jul/2010) anteriores.

Rejeitado o Projeto de Lei que previa uso do FGTS para pagar prestações atrasadas da casa própria

Rejeitado o Projeto de Lei que previa uso do FGTS para pagar prestações atrasadas da casa própria - Ademilar

Em 28 de setembro, o Projeto de Lei (PLS 158/11), que permitia o uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para pagamento de prestações atrasadas da casa própria, foi rejeitado pelos senadores da Comissão de Assuntos Sociais.

De acordo com a Agência Senado, foram seis votos contra a aprovação do projeto e cinco a favor. Para o senador Wellington Dias (PT-PI), que em voto separado também se manifestou contrário à proposta, o Projeto de Lei poderia estimular a inadimplência do mutuário para que possa sacar o FGTS. Dias afirmou ainda que a lei que trata do fundo já prevê que o trabalhador use o recurso para pagamento de prestações da casa própria ou para quitar seu financiamento.

Veja também: Casos em que o FGTS pode ser usado em consórcios de imóveis

Porém, de acordo com Cyro Miranda (PSDB-GO), senador e relator do projeto, a legislação atual só autoriza o saque pelo trabalhador demitido. A proposta, por outro lado, permitiria ao trabalhador em dificuldade financeira sacar o fundo, mesmo que esteja empregado.

Faça do seu jardim uma verdadeira sala de estar

Faça do seu jardim uma verdadeira sala de estar - Ademilar

Seja para um lanche, descanso ou diversão com a família e os amigos, o jardim é um lugar para passar horas muito agradáveis. Por isso, aqui vão algumas dicas para quem ama esse ambiente e deseja transformá-lo em uma verdadeira sala de estar ao ar livre.

Circulação

Estilo e decoração - jardim

É importante fazer uma distinção entre as áreas livres e não livres do jardim. O ideal é aproveitar os espaços em volta da casa e oferecer ambientes simples e práticos, principalmente se existem crianças que, naturalmente, entram e saem a todo o momento. leia+

Legislação imobiliária: a garantia do aluguel

Legislação imobiliária: a garantia do aluguel - Ademilar

Todo locatário já se deparou com esta questão: qual é a melhor garantia do aluguel? A preocupação é justificável já que, na maioria dos casos, a garantia é condição indispensável para a celebração de um contrato de locação.

A legislação imobiliária estipula que o proprietário pode exigir uma de quatro modalidades: caução, fiador, seguro-fiança ou cessão fiduciária.

A fiança é a forma mais comum de garantia, já que confirma a boa conduta dos inquilinos ou locatários. Mas, para ser aprovado, o fiador não pode ter restrições de crédito em seu nome e precisa ainda comprovar possuir renda suficiente para arcar com as despesas do novo contrato. No entanto, se a sua renda não for suficiente, é possível fazer a composição com outros fiadores. Ocorrendo o inadimplemento do inquilino, o locatário pode entrar com a ação de despejo por falta de pagamento e cobrar os valores em atraso de seus fiadores.

Veja também: Lei do Inquilinato ainda é desconhecida por muitos locadores e inquilinos

Já na caução, a garantia é feita, em grande parte, em dinheiro, podendo ter valor máximo equivalente a três meses do aluguel. A quantia é depositada pelo inquilino em caderneta de poupança, aberta em nome dele e do locador. No final do contrato, não havendo dívidas, ele retira o dinheiro e os rendimentos.

O seguro-fiança, por sua vez, é a garantia feita por uma seguradora, em um contrato de seguro específico para esse fim. A modalidade é pouco usada no Brasil, já que exige pagamento para o serviço contratado: chega a custar 1,5 aluguel por ano, algo como 12,5% a mais no valor do aluguel de um mês.

Por fim, na cessão fiduciária, as instituições autorizadas pela Comissão de Valores Imobiliários (CVM) criam os fundos de investimento dos quais as pessoas podem adquirir cotas. Essas cotas, dotadas de valor econômico, podem ser dadas em garantia ao locador que, com a cessão, torna-se seu proprietário resolúvel, ou seja, recebe a propriedade por certo período de tempo.

Aplicativos gratuitos para decoração de imóveis

Aplicativos gratuitos para decoração de imóveis - Ademilar

Não é de hoje que os celulares não servem somente para fazer e receber ligações. Agora, a novidade é que eles também trabalham na decoração de imóveis. Com uma série de aplicativos gratuitos, eles ajudam a medir os espaços, conferem se um quadro está certo na parede, selecionam cores para ambientes e ainda ajudam na escolha do estilo ideal para o lugar.

Confira cinco aplicativos gratuitos que certamente vão te ajudar na decoração:

Para colorir:

Levando o nome da marca que o criou, o Suvinil é um aplicativo que ajuda aqueles que estão em busca do tom certo para as paredes da casa. A ferramenta possui um banco de cores diversas e ainda dá dicas para pintar um espaço e calcular a quantidade necessária de material.

Além dele, também é possível escolher as novas cores do ambiente com o Color Snap e o Home Decorator, que trazem dicas e várias possibilidades de combinações.

Veja também: A volta do papel de parede

Para equilibrar:

Aplicativos para decoraçãoO Ihandlevel foi criado para os detalhes da decoração, como o posicionamento correto de um quadro pendurado em uma parede. Nele, há uma bolha que deve estar bem no meio da área marcada para que o objeto esteja totalmente vertical ou horizontal.

 Para medir:

O My Measures te ajuda a verificar se um móvel cabe no espaço desejado. Para isso, basta tirar uma foto da peça e colocar no programa com a imagem do local. Existe ainda uma versão completa, porém com um custo de 2,99 dólares. Aplicativos para decoração

Por que o consórcio é um ótimo negócio

Por que o consórcio é um ótimo negócio - Ademilar

Para quem deseja investir, os especialistas em finanças pessoais defendem que o consórcio é uma das formas mais interessantes de aplicação de dinheiro.

Isso porque, além de garantir a compra de um bem, o consórcio é perfeito para quem não consegue fazer uma poupança ou deseja fugir dos juros altos da maioria das linhas de crédito bancário.

O melhor é que participar de um consórcio é bem simples. Basta contratar um banco ou uma administradora, como a Ademilar Consórcio de Imóveis, e você já estará fazendo parte de um grupo de consórcio com interesses comuns aos seus, como a aquisição de um imóvel ou carro.

Veja também: Pagar prestações do consórcio é mais barato do que pagar aluguel

Todos os consorciados pagam parcelas mensais. E é com o dinheiro dessas parcelas que um ou mais participantes são contemplados, seja por meio de sorteio (realizado pela Loteria Federal a cada mês) ou lance.

Além disso, os consórcios são ainda mais atraentes em momentos de alta de juros, já que os membros estão isentos desses encargos. “A forma mais barata de comprar um veículo ou um imóvel é à vista”, diz Mauro Calil, especialista em finanças pessoais. “O segundo jeito mais barato é o consórcio, que também é menos arriscado que o crédito imobiliário, embora muitas vezes seja necessário aguardar alguns anos até que a compra do bem seja concretizada”, explica.

Faça uma simulação de consórcio e veja como pode ser simples e econômico construir, comprar ou reformar um imóvel.

Quando ocorre a exclusão de uma cota?

Quando ocorre a exclusão de uma cota? - Ademilar

Todo contrato de consórcio possui em suas cláusulas a possibilidade de exclusão de cota. Isso acontece quando o consorciado possuir duas ou mais prestações em atraso alternadas ou consecutivas.

No entanto, a exclusão de uma cota não significa a perda do valor investido, sendo garantidas ao consorciado excluído as mesmas chances de contemplação dos consorciados ativos (os que mantêm o vínculo obrigacional com o grupo). Assim, aquele que tiver a cota excluída recebe o que já pagou, reduzidas as taxas administrativas e o valor de rescisão do contrato.

Veja também: Pagar prestações do consórcio é mais barato do que pagar aluguel

Essa é uma segurança legal para a relação de consórcio, que tem fundamento na dependência do grupo pela contribuição de todos os participantes.

Ficou com dúvidas sobre consórcio? Pergunte em nosso espaço para comentários ou entre em contato com a Ademilar Consórcio de Imóveis.

Cuidados ao comprar um imóvel

Cuidados ao comprar um imóvel - Ademilar

Antes de comprar um imóvel, você precisa tomar alguns cuidados para que o sonho da casa própria não se transforme em um pesadelo. Por isso, hoje a Ademilar Consórcio de Imóveis traz algumas dicas úteis para quem ainda não fechou o negócio.

E o maior cuidado ao comprar um imóvel é fazer uma boa pesquisa e um bom planejamento. Tente encontrar algo que tenha o seu estilo, sem se esquecer de levar em conta a localização e o preço final – impostos, reformas, tempo de espera e reajustes em caso de construção, valorização futura, clima, umidade, infraestrutura urbana, etc. Além disso, se o imóvel estiver em construção, é preciso considerar o histórico da construtora.

Ter esses cuidados ao comprar um imóvel é importante para que não haja arrependimentos no futuro. Um projeto detalhado ajuda a evitar gastos e frustrações, tornando a compra algo extremamente prazeroso.

Veja também: Casos em que o FGTS pode ser usado em consórcios de imóveis