BC muda regras para administradoras de consórcio de imóveis

Consórcio
O Banco Central publicou no Diário Oficial da União, no início do mês de março, novas regras para as administradoras de consórcio. Hoje, no blog da Ademilar, vamos dar uma “palinha” sobre isso.

A principal mudança é referente à punição. Antes, se alguma irregularidade fosse cometida, apenas a empresa pagava. Agora, o administrador pode levar advertência e até pagar multa de R$ 500 mil.

Outra pena para o administrador e para a empresa é a suspensão pelo tempo de três anos ou a inabilitação – nesse caso, pelo período de 20 anos. Caso existam irregularidades no gerenciamento dos grupos de consórcio, a multa aplicada pode ser de 100% do montante de taxas administrativas para empresas e 50% para os administradores.

Segundo o advogado Anis Kfouri Júnior, membro da Comissão de Defesa da Cidadania da Ordem dos Advogados do Brasil, novas regras vão “fazer com que o administrador cuide do dinheiro como se fosse dele, sujeitando-o às punições”.

Caso tenha dúvidas em relação às novas regras, entre em contato com a Ademilar Consórcio de Imóveis.

Veja também: Quem pode usar o FGTS para comprar um imóvel?

Sobre a Ademilar

A Ademilar é especialista e pioneira em consórcio de imóveis no Brasil, desde 1991 já atendeu mais de 50 mil clientes e comercializou mais de 10,5 bilhões em créditos. Se o seu objetivo é comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos ou fazer uma aposentadoria imobiliária, a Ademilar irá te ajudar a planejar o seu futuro e o de sua família!

Acesse o site e faça uma simulação www.ademilar.com.br

Conheça mais sobre consórcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *