Consórcio proporciona meios para que o investidor tenha o crescimento do seu negócio

Consórcio proporciona meios para que o investidor tenha o crescimento do seu negócio - Ademilar

Segundo o SEBRAE, capital de giro é o valor necessário para viabilizar a continuidade das operações da empresa, através de recursos para manter estoques, comprar matéria-prima ou mercadorias de revenda e realizar o pagamento de colaboradores, fornecedores, impostos e demais despesas operacionais.

Empreendedores podem ficar em dúvida quanto à utilização do consórcio para capital de giro, mas, de acordo com a ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios), esta operação não é permitida. E isso porque, após a contemplação, o crédito não é pago ao consorciado, mas diretamente ao fornecedor ou prestador de serviço escolhido pelo cliente. Só é possível retirar o crédito em dinheiro se forem atendidas as condições estabelecidas pelo Banco Central: caso o consorciado quite todo o saldo devedor do seu plano de consórcio e apenas 180 dias depois da contemplação. Qualquer outra condição, como alienação do bem para pagamento do crédito em dinheiro ao consorciado, é ilegal.

Apesar de não ser possível investir em um consórcio pensando no capital de giro, a modalidade oferece diversas outras oportunidades às pessoas jurídicas.

O consórcio oferece diversas oportunidades às pessoas jurídicas - Ademilar

Uma delas é fugir do aluguel. Através de um investimento mensal, o empreendedor pode se planejar para comprar um imóvel para instalar o seu negócio. A Ademilar trabalha com a chamada parcela reduzida, em que o consorciado paga 70% da prestação até a contemplação, quando os valores são recalculados. Dessa forma, o cliente consegue arcar com o valor do aluguel e o da parcela do consórcio.

Se a empresa começou pequena, mas o negócio prosperou e está exigindo uma estrutura maior, outra possibilidade do consórcio é construir ou reformar imóveis comerciais. O consorciado pode usar o crédito tanto para o pagamento da mão de obra quanto para a compra de materiais, como cimento, tijolos, tintas e cerâmicas.

A pessoa jurídica que tem interesse em fazer um consórcio de imóveis deve estar devidamente regularizada no respectivo órgão competente. Além disso, o contrato precisa ser assinado por alguém que tenha poderes para responder pela empresa.

Seja para compra, reforma ou construção, a Ademilar tem o plano ideal para empresas de todos os tipos. Acesse nosso site, faça uma simulação e encontre o plano que mais se adapta aos projetos do seu negócio.

Veja também: Alienação fiduciária no consórcio de imóveis 

Sobre a Ademilar

A Ademilar é especialista e pioneira em consórcio de imóveis no Brasil, desde 1991 já atendeu mais de 60 mil clientes e comercializou mais de 14 bilhões em créditos. Se o seu objetivo é comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos ou fazer uma aposentadoria imobiliária, a Ademilar irá te ajudar a planejar o seu futuro e o de sua família!

Acesse o site e faça uma simulação www.ademilar.com.br

Conheça mais sobre consórcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *