Erros comuns ao comprar um imóvel e como evitá-los

Erros comuns ao comprar um imóvel e como evitá-los - Ademilar

A compra de um imóvel, além do maior sonho dos brasileiros, é também uma negociação de alto valor. Por isso, apesar de a busca por um lugar para morar parecer cansativa, esse processo é na verdade um esforço que vale a pena. Confira a seguir os principais erros cometidos por quem está planejando comprar um imóvel e o que fazer para evitá-los.

Não pesquisar o suficiente

 

Este é um dos erros mais básicos e que pode ser contornado com um pouco de paciência.

A começar pelo preço, converse com corretores e pesquise na internet o valor médio do metro quadrado na região do imóvel do seu interesse. Se você não se informar, pode acabar pagando bem mais caro do que deveria.

É fundamental visitar o imóvel mais de uma vez e de preferência em diferentes horários, inclusive à noite e nos fins de semana - Ademilar

Em relação à localização e à vizinhança, é fundamental visitar o imóvel mais de uma vez e de preferência em diferentes horários, inclusive à noite e nos fins de semana. Só assim será possível identificar como é o trânsito da região, se há segurança, se algum vizinho faz barulho frequentemente e em que período do dia o imóvel recebe sol.

Deixar-se levar pela emoção

Um imóvel bonito, bem localizado e que agregue as características que você valoriza mexe com o coração, mas a razão deve falar mais alto no momento da compra.

Por exemplo, um apartamento de 40 metros quadrados e com um quarto pode atender as suas necessidades se você mora sozinho ou com o cônjuge, mas e se você tiver planos de aumentar a família em alguns anos? Quem gosta de animais de estimação também precisará de mais espaço para garantir o conforto do bichinho.

Outra questão importante neste sentido diz respeito à localização. Em suas lembranças de infância, determinado bairro era ótimo para viver, mas após algumas décadas certas regiões podem enfrentar problemas estruturais ou de segurança. Em vez de dar preferência a uma determinada localidade levando em conta apenas a memória afetiva, procure estar informado.

Enquanto pesquisa e visita os empreendimentos, convide familiares e amigos para participarem do processo. Como eles não estarão tão influenciados pelas emoções, serão capazes de detectar possíveis defeitos no imóvel, por exemplo.

Desconsiderar outros valores

O preço do bem em si não é o único valor que deve ser colocado na ponta do lápis. No caso de apartamentos ou casas já construídos, há o ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis). Não se esqueça ainda dos gastos com escritura e registros. Se a residência for nova, geralmente será preciso arcar com revestimentos e compra de móveis. Para um imóvel antigo, pode haver a necessidade de reformá-lo. Por isso, vale montar uma reserva de emergência para garantir o pagamento destes custos sem comprometer o orçamento.

O preço do bem em si não é o único valor que deve ser colocado na ponta do lápis - Ademilar

Leve em conta ainda o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e a taxa de condomínio. Dependendo da localização e das áreas de lazer disponíveis, o valor pode ficar mais alto. Antes de fechar negócio, avalie o impacto que estes custos terão nas suas finanças e na sua qualidade de vida.

Não pesquisar todos os envolvidos na venda

Você deve saber muito bem quem são os envolvidos na negociação, incluindo os corretores, a construtora ou o proprietário.

No caso do corretor, busque imobiliárias confiáveis (peça dicas de amigos ou parentes e use a internet para checar a reputação da empresa). Pelo nome do profissional, você também pode verificar se ele está devidamente registrado no CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis).

Em relação à construtora, também pesquise o histórico da empresa online e visite outros empreendimentos em construção ou já entregues feitos por ela.

Se a compra será feita diretamente com o proprietário, verifique se o imóvel não está em inventário ou se não há um cônjuge em desacordo com a venda. Para isso, tire pessoalmente uma cópia atualizada da matrícula do imóvel com certidão de ônus no Cartório de Registro e solicite a certidão de casamento, verificando em seguida se o estado civil está atualizado na matrícula.

Abrir mão de ajuda especializada

Muitos problemas estruturais podem aparecer apenas após a compra do imóvel, como falhas nas redes elétrica e hidráulica, especialmente no caso de unidades antigas. Para evitar dores de cabeça no futuro, visite os imóveis do seu interesse na companhia de um arquiteto ou engenheiro de confiança.

Visite os imóveis do seu interesse na companhia de um arquiteto ou engenheiro de confiança - Ademilar

Contar com a ajuda de um advogado também minimiza problemas futuros. Peça para este profissional avaliar o contrato e indicar se há cláusulas abusivas.

Desconhecer as formas de pagamento existentes

Há diversas formas de comprar um imóvel! Mas para ficar livre de juros e não precisar desembolsar um alto valor de entrada, você pode contar com o consórcio imobiliário.

Funciona assim: você ingressa em um grupo e paga parcelas mensais para ter direito ao crédito. O valor da parcela varia de acordo com o crédito e o prazo escolhidos. A contemplação pode ocorrer por sorteio, realizado pela Loteria Federal, ou lance. Ao receber o crédito, é possível usá-lo para comprar o imóvel da sua preferência.

Esta modalidade também permite utilizar o FGTS e, caso o valor do imóvel seja menor do que o crédito, é possível usar a diferença para pagar despesas com a documentação.

Acesse nosso site e faça uma simulação. Um dos planos da Ademilar certamente é ideal para você comprar o seu imóvel dos sonhos.

Veja também: Casa ou apartamento: qual escolher?

Sobre a Ademilar

A Ademilar é especialista e pioneira em consórcio de imóveis no Brasil, desde 1991 já atendeu mais de 50 mil clientes e comercializou mais de 10,5 bilhões em créditos. Se o seu objetivo é comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos ou fazer uma aposentadoria imobiliária, a Ademilar irá te ajudar a planejar o seu futuro e o de sua família!

Acesse o site e faça uma simulação www.ademilar.com.br

Conheça mais sobre consórcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *