FGTS + consórcio = casa própria

FGTS + consórcio = casa própria - Ademilar

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é composto de depósito bancário e compulsório em dinheiro. Ele é vinculado ao empregado e é realizado pelo empregador (sem qualquer desconto no salário) para formar uma poupança a ser resgatada nas seguintes hipóteses:

  • Demissão sem justa causa.
  • Aposentadoria.
  • Casos em que o trabalhador permanece três anos ininterruptos fora do regime de FGTS.
  • Uso em oferta de lances em consórcio de imóveis.
  • Complementação da carta de crédito de consórcio para aquisição de um imóvel de valor maior.
  • Amortização extraordinária ou liquidação de saldo devedor de consórcio de imóvel.
  • Pagamento de parte das prestações de consórcio de imóvel.

Assim, de acordo com as hipóteses previstas em lei, é possível dar lances utilizando os recursos do FGTS do consorciado. De fato, 100% do saldo do FGTS pode ser utilizado para ofertar lances.

Para isso, o consorciado deve apresentar o extrato da conta do FGTS à administradora do consórcio. Além disso, como mencionado, o FGTS ainda pode ser utilizado para contemplar o valor da carta de crédito, possibilitando a aquisição de imóvel de maior valor.

Por fim, o FGTS pode ser utilizado para amortizar ou liquidar o saldo devedor do consórcio de imóveis e ainda pagar parte de suas prestações.

Veja também: preço de imóveis no Brasil teve alta de quase 29% em um ano.

Sobre a Ademilar

A Ademilar é especialista e pioneira em consórcio de imóveis no Brasil, desde 1991 já atendeu mais de 50 mil clientes e comercializou mais de 10,5 bilhões em créditos. Se o seu objetivo é comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos ou fazer uma aposentadoria imobiliária, a Ademilar irá te ajudar a planejar o seu futuro e o de sua família!

Acesse o site e faça uma simulação www.ademilar.com.br

Conheça mais sobre consórcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *