Imposto de Renda: como declarar o consórcio de imóveis

Imposto de Renda: como declarar o consórcio de imóveis - Ademilar

Todo ano, a Receita Federal realiza o processo de Declaração de Imposto de Renda e, em 2020, o prazo para a entrega vai de 2 de março a 30 de abril. Neste período, uma dúvida frequente dos contribuintes é sobre como o consórcio de imóvel deve ser declarado. Além de o procedimento ser obrigatório para quem recebeu rendimentos tributáveis iguais ou acima de R$ 28.559,70 em 2019, entre outros critérios estipulados pela Receita, é essencial que seja feito corretamente, pois só assim a Receita Federal saberá a origem da verba utilizada para a aquisição do bem.

Independentemente de o consórcio ter sido contemplado ou não, ele deve ser declarado, mas há procedimentos distintos para cada caso. A seguir, confira como a declaração deve ser realizada!

Primeiramente, acesse o site da Receita Federal para baixar o gerador mais recente. Escolha o modelo da sua declaração e reúna toda a documentação necessária. Não esqueça de colocar os saldos do ano anterior e deste ano na seção de “Bens e Direitos”. Tributáveis ou não, todos os rendimentos devem ser informados de acordo com seu respectivo código.

Consórcio não contemplado

Caso você não tenha sido contemplado em 2019, as parcelas pagas deverão ser declaradas na aba “Bens e Direitos” com o código 95. Após selecionar a localização e informar o CNPJ da empresa de consórcio, use o campo “Discriminação” para incluir mais dados, como o nome da empresa e o tipo de bem que será adquirido (casa, apartamento etc.).

Assim como deve ser feito o preenchimento das parcelas pagas, as que irão vencer também precisam ser incluídas. Esse processo vale para consórcios que foram adquiridos em 2019 ou antes.

Consórcio contemplado

Se você foi contemplado, o procedimento para a declaração é semelhante. Novamente, a aba será a de “Bens e Direitos“. No campo “Discriminação”, parcelas e informações sobre a administradora também devem ser preenchidas.

Nesse processo, a única diferença será a de informar se foi realizado algum lance, incluindo o valor dele. No consórcio, o lance pode ser definido como a antecipação do pagamento das parcelas e uma alternativa para quem deseja adiantar o recebimento do crédito. Além disso, o código irá variar conforme o bem adquirido (por exemplo: código 11 para apartamentos e código 12 para casas).

Compra de consórcio contemplado

Para quem adquiriu uma cota que já foi contemplada, o valor pago deverá ser declarado na aba “Bens e Direitos” com o código 99. Há a necessidade de registrar a informação no histórico, incluindo o nome e o CPF do vendedor da cota. Caso você tenha adquirido um imóvel com o crédito de consórcio, identifique o valor utilizado para a compra de cotas (código 99).

O valor será computado no código do bem adquirido. Não deixe de informar se o imóvel foi quitado total ou parcialmente. Lembre-se de incluir as informações sobre a administradora e de especificar o saldo devedor, caso exista, assim como o número de parcelas restantes.

Consórcio contemplado com o crédito ainda não utilizado

Caso você tenha sido contemplado, mas ainda não utilizou o crédito do consórcio, deve fazer o registro na aba “Bens e Direitos”. O código para a operação será 95. Nessa situação, é imprescindível que as parcelas estejam em dia, visto que a inadimplência pode causar o cancelamento da contemplação e até mesmo da cota.

Após terminar de preencher a declaração, lembre-se de checar todos os dados. Erros e falta de informação sobre a modalidade são o que mais leva as pessoas a caírem na malha fina, que analisa todas as informações declaradas pelo contribuinte. Alguns exemplos de inconsistência no preenchimento são a omissão de salários em empregos anteriores, omissão de pensão alimentícia e de recebimentos de aluguéis.

Para que não haja dúvidas quanto à forma correta de declarar o consórcio, assista ao vídeo abaixo que esclarece como o procedimento deve ser feito:

Agora que você sabe como declarar o consórcio de imóveis no Imposto de Renda, que tal descobrir qual é a melhor alternativa para investir na modalidade? Simule em nosso site e verifique a opção mais indicada para os seus objetivos.

Leia também: Tire as dúvidas sobre a assembleia do consórcio

Sobre a Ademilar

A Ademilar é especialista e pioneira em consórcio de imóveis no Brasil, desde 1991 já atendeu mais de 60 mil clientes e comercializou mais de 14 bilhões em créditos. Se o seu objetivo é comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos ou fazer uma aposentadoria imobiliária, a Ademilar irá te ajudar a planejar o seu futuro e o de sua família!

Acesse o site e faça uma simulação www.ademilar.com.br

Conheça mais sobre consórcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *