Contemplações em consórcio de imóveis aumentaram

Contemplações em consórcio de imóveis aumentaram - Ademilar


As contemplações em consórcios de imóveis aumentaram 18,2% entre janeiro e setembro deste ano, em comparação com o mesmo período do ano anterior, segundo dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac), divulgados em meados de novembro. Essa alta é reflexo do bom momento que o setor vive.

Os dados da Abac também mostram que após a divulgação das novas regras para o uso do FGTS, em março deste ano, o número de participantes de consórcio de imóveis subiu 9,9% em setembro, comparado ao mesmo mês em 2010. No total, 5.119 pessoas movimentaram R$ 89,1 milhões em recursos para quitar ou amortizar parcelas até setembro deste ano.

leia+

Mercado imobiliário de Curitiba está aquecido

Mercado imobiliário de Curitiba está aquecido - Ademilar

Dados divulgados no mês passado mostram que o mercado imobiliário paranaense está aquecido no quesito “compras de imóveis usados”. O índice de Usados Sobre Oferta (VUSO), por exemplo, subiu 6,4% nos últimos 12 meses.

Outra pesquisa, divulgada pelo Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar), mostra que o aluguel de apartamentos e casas também tem crescido na capital paranaense.

leia+

FGTS + consórcio = casa própria

FGTS + consórcio = casa própria - Ademilar

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é composto de depósito bancário e compulsório em dinheiro. Ele é vinculado ao empregado e é realizado pelo empregador (sem qualquer desconto no salário) para formar uma poupança a ser resgatada nas seguintes hipóteses:

  • Demissão sem justa causa.
  • Aposentadoria.
  • Casos em que o trabalhador permanece três anos ininterruptos fora do regime de FGTS.
  • Uso em oferta de lances em consórcio de imóveis.
  • Complementação da carta de crédito de consórcio para aquisição de um imóvel de valor maior.
  • Amortização extraordinária ou liquidação de saldo devedor de consórcio de imóvel.
  • Pagamento de parte das prestações de consórcio de imóvel.

leia+

Uso do FGTS em consórcio de imóveis foi feito por quase 5 mil participantes até agosto

Uso do FGTS em consórcio de imóveis foi feito por quase 5 mil participantes até agosto - Ademilar

Até agosto deste ano 4.898 participantes de consórcio de imóveis em todo o Brasil já haviam utilizado R$ 84,8 milhões em recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para quitar ou amortizar suas parcelas.

De acordo com a Abac (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios), apenas em agosto de 2001, o número de participantes de consórcios de imóveis subiu 9% em comparação ao mesmo mês em 2010, saltando de 564 mil para 615 mil.

Além da possibilidade de uso do FGTS no sistema de consórcios, “a confiança nesse sistema e o entendimento de que, por seu intermédio, o brasileiro pode planejar o futuro formando ou ampliando seu patrimônio pessoal, familiar e empresarial, são as principais razões desse constante crescimento”, afirma Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da Abac.

Faça uma simulação de consórcio e veja como pode ser simples e econômico construir, comprar ou reformar um imóvel.

Consórcio de imóveis ajuda igrejas a construírem seus templos

Consórcio de imóveis ajuda igrejas a construírem seus templos - Ademilar

A inexistência de juros e a menor burocracia do consórcio de imóveis são alguns dos fatores que mais atraem o público interessado em comprar, construir ou reformar. As vantagens são tantas que até mesmo as igrejas estão sendo seduzidas.

Para o advogado Roberto Quiroga, mesmo  não tendo fins lucrativos, as igrejas evangélicas podem sim se beneficiar dessa linha de financiamento. Mas, como todos os outros clientes, elas precisam ficar atentas à necessidade de comprovação de renda, uma das exigências para aprovação do consórcio.

Faça uma simulação de consórcio e veja como pode ser simples e econômico construir, comprar ou reformar um imóvel.

Aprenda a investir com o consórcio de imóveis

Aprenda a investir com o consórcio de imóveis - Ademilar

O consórcio de imóveis é um excelente negócio para quem deseja investir. Com ele, você paga prestações que se assemelham a uma poupança forçada, ou seja, você está pagando a si mesmo.

Todo mês você recebe um boleto de pagamento com a indicação dos valores já pagos nos meses anteriores. Independentemente do tempo de início dos pagamentos, na Ademilar Consórcio de Imóveis, sempre em janeiro, todos os grupos têm correção anual, com base no Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), não importando se a cota é contemplada ou não.

Se a correção foi de 5%, por exemplo, o valor do crédito a que você tem direito também será corrigido em 5%. A partir de então, novamente em janeiro, seu crédito passa por nova correção, também de acordo com o INCC.

Consórcios apresentam recorde de vendas e seguem conquistando novos consumidores

Consórcios apresentam recorde de vendas e seguem conquistando novos consumidores - Ademilar

Cada vez mais, o consórcio vem se mostrando um ótimo negócio para quem deseja investir em um patrimônio. Não é à toa que seu crescimento se consolida gradativamente. De janeiro a julho de 2011, por exemplo, o sistema apresentou recorde no acumulado de vendas e superou 1,5 milhão de novas cotas.

Segundo a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), o volume de negócios também teve crescimento significativo nesses sete meses. Ao chegar aos R$ 47,1 bilhões, apontou alta de 40,2% sobre os R$ 33,6 bilhões totalizados nos mesmos meses de 2010.

Veja também: por que o consórcio é um ótimo negócio

Além disso, ainda de acordo com a ABAC, em julho o número de participantes ativos em consórcios foi de 4,35 milhões, 10,7% a mais do que a quantidade de consorciados ativos do mesmo período no ano anterior: 3,93 milhões. As contemplações acumuladas também apontaram bom crescimento. Em 2011 totalizaram 618,8 mil (jan-jul/2011), 10,0% mais que as 562,5 mil (jan-jul/2010) anteriores.

Por que o consórcio é um ótimo negócio

Por que o consórcio é um ótimo negócio - Ademilar

Para quem deseja investir, os especialistas em finanças pessoais defendem que o consórcio é uma das formas mais interessantes de aplicação de dinheiro.

Isso porque, além de garantir a compra de um bem, o consórcio é perfeito para quem não consegue fazer uma poupança ou deseja fugir dos juros altos da maioria das linhas de crédito bancário.

O melhor é que participar de um consórcio é bem simples. Basta contratar um banco ou uma administradora, como a Ademilar Consórcio de Imóveis, e você já estará fazendo parte de um grupo de consórcio com interesses comuns aos seus, como a aquisição de um imóvel ou carro.

Veja também: Pagar prestações do consórcio é mais barato do que pagar aluguel

Todos os consorciados pagam parcelas mensais. E é com o dinheiro dessas parcelas que um ou mais participantes são contemplados, seja por meio de sorteio (realizado pela Loteria Federal a cada mês) ou lance.

Além disso, os consórcios são ainda mais atraentes em momentos de alta de juros, já que os membros estão isentos desses encargos. “A forma mais barata de comprar um veículo ou um imóvel é à vista”, diz Mauro Calil, especialista em finanças pessoais. “O segundo jeito mais barato é o consórcio, que também é menos arriscado que o crédito imobiliário, embora muitas vezes seja necessário aguardar alguns anos até que a compra do bem seja concretizada”, explica.

Faça uma simulação de consórcio e veja como pode ser simples e econômico construir, comprar ou reformar um imóvel.