Quando ocorre a exclusão de uma cota?

Quando ocorre a exclusão de uma cota? - Ademilar

Todo contrato de consórcio possui em suas cláusulas a possibilidade de exclusão de cota. Isso acontece quando o consorciado possuir duas ou mais prestações em atraso alternadas ou consecutivas.

No entanto, a exclusão de uma cota não significa a perda do valor investido, sendo garantidas ao consorciado excluído as mesmas chances de contemplação dos consorciados ativos (os que mantêm o vínculo obrigacional com o grupo). Assim, aquele que tiver a cota excluída recebe o que já pagou, reduzidas as taxas administrativas e o valor de rescisão do contrato.

Veja também: Pagar prestações do consórcio é mais barato do que pagar aluguel

Essa é uma segurança legal para a relação de consórcio, que tem fundamento na dependência do grupo pela contribuição de todos os participantes.

Ficou com dúvidas sobre consórcio? Pergunte em nosso espaço para comentários ou entre em contato com a Ademilar Consórcio de Imóveis.

Deveres da Administradora de Consórcio

Deveres da Administradora de Consórcio - Ademilar

Quem deseja adquirir um bem valioso, como um imóvel, sabe o quanto é importante estar seguro na hora da compra. Por isso, uma das primeiras dúvidas sobre consórcio diz respeito aos deveres da administradora.

Em primeiro lugar, é preciso ter em conta que a administradora de consórcio é uma empresa autorizada pelo Banco Central do Brasil para atuar no sistema de consórcios.  Somente com essa autorização é que ela pode organizar e administrar grupos de consórcio.

Veja também: Pagar prestações do consórcio é mais barato do que pagar aluguel

A Ademilar, por exemplo, é especializada em consórcio de imóveis e, como tal, cumpre todas as exigências legais e está devidamente filiada à Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (ABAC) e autorizada pelo Banco Central.

Escolhida a administradora, é hora de observar as suas obrigações. Veja o que a ABAC define como deveres da administradora: leia+

Pagar prestações do consórcio é mais barato do que pagar aluguel

Pagar prestações do consórcio é mais barato do que pagar aluguel - Ademilar

Contemplação da Ademilar Consórcio de Imóveis

No Brasil, é mais vantajoso pagar prestações relativas à compra de um imóvel do que pagar o aluguel. Isso é o que demonstrou um levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que constatou ainda um aumento nos últimos dez anos da quantidade de pessoas que pagam essas prestações.

De acordo com Pedro Humberto Carvalho, técnico de Planejamento e Pesquisa do Ipea, o sistema contratual do aluguel faz com que o locatário tenha que renegociar o valor acordado a cada trinta meses. Como esse valor depende das variações do mercado e o Brasil vive em um momento de valorização dos imóveis, um significativo aumento é repassado ao aluguel. leia+

Entenda como funciona a contemplação em um consórcio

Entenda como funciona a contemplação em um consórcio - Ademilar

A contemplação é o momento mais esperado para quem contrata um consórcio. Ela confere ao beneficiado o crédito que lhe permitirá adquirir o bem ou serviço desejado. E, no caso de consorciados excluídos, ela representa a restituição das parcelas pagas, observadas as regras contratuais e legais.

Existem duas maneiras de ser contemplado em um consórcio. A mais conhecida delas, e a que reflete a própria essência do serviço, é o sorteio. Além dele, há a contemplação mediante lances.

Mensalmente, e em datas previamente estipuladas, o sorteio é realizado pela extração da Loteria Federal. Tanto os consorciados ativos (os que mantêm o vínculo obrigacional com o grupo), quanto os excluídos (por falta de pagamento de prestação) têm as mesas chances de contemplação – este último recebe o que já pegou, menos as taxas administrativas e o valor de rescisão do contrato. Já os consorciados inadimplentes não participam dos sorteios. Essa é uma determinação legal, com fundamento na dependência do grupo pela contribuição de todos os participantes. leia+