Janelas: os diferentes tipos e como escolher o ideal para a sua casa

Janelas: os diferentes tipos e como escolher o ideal para a sua casa - Ademilar

Há diferentes tipos de janelas disponíveis no mercado, com características particulares, mas o que todas têm em comum são as funções de permitir a entrada de luz, proporcionar a ventilação natural dos ambientes e promover o isolamento acústico. Confira abaixo mais detalhes sobre os modelos existentes, lembrando que uma janela bem escolhida pode fazer toda a diferença no projeto, agregando beleza a sua residência.

Sistemas de abertura

 

Duas folhas

Este é o modelo mais comum que existe e funciona através dos sistemas “de correr” ou “de abrir” - Ademilar

Este é o modelo mais comum que existe e funciona através dos sistemas “de correr” ou “de abrir”. No primeiro caso, as esquadrias contam com uma abertura que vai até a metade cada uma. Já no segundo, a janela possui dobradiças, e as folhas se abrem para dentro ou para fora do ambiente.

Veneziana

A veneziana tem como diferencial permitir a ventilação do ambiente mesmo quando a parte externa está fechada - Ademilar

Outro modelo tradicional, a veneziana tem como diferencial permitir a ventilação do ambiente mesmo quando a parte externa está fechada. Normalmente são quatro folhas, as duas externas em alumínio ou madeira e as duas internas em vidro. É ideal para instalar no quarto, pois garante que o ambiente fique bem escuro.

Basculante

Geralmente utilizada em banheiros, cozinhas e lavanderias, a janela basculante funciona através de uma alavanca lateral - Ademilar

Geralmente utilizada em banheiros, cozinhas e lavanderias, a janela basculante funciona através de uma alavanca lateral, que permite a regulagem da abertura, possibilitando assim o controle da entrada de ar no ambiente. Conta geralmente com três folhas, que se abrem ao mesmo tempo.

Projetante ou maxim-ares

Semelhante ao modelo basculante, a diferença aqui é que há apenas uma folha, que se projeta para fora do ambiente de forma independente - Ademilar

O nome pode parecer um pouco estranho, mas este modelo é bem conhecido. Semelhante ao modelo basculante, a diferença aqui é que há apenas uma folha, que se projeta para fora do ambiente de forma independente. A desvantagem deste modelo é que ele pode dificultar a limpeza quando estiver instalado em locais altos.

Guilhotina

Este modelo é composto por duas folhas que se sobrepõem e um sistema de abertura vertical - Ademilar

A janela do tipo guilhotina é mais comum em casas antigas, mas já existem versões modernas nas lojas. Indicado para quem quer um ambiente bem iluminado com um visual clássico, este modelo é composto por duas folhas que se sobrepõem e um sistema de abertura vertical: para abrir, basta empurrar a parte inferior para cima.

Colonial

Com o topo arredondado, este modelo aumenta o grau de luminosidade do ambiente - Ademilar

Muito elegante, a janela colonial também proporciona um estilo clássico ao ambiente. Com o topo arredondado, este modelo aumenta o grau de luminosidade do ambiente.

Pivotante

No modelo pivotante, a folha gira sobre seu próprio eixo - Ademilar

No modelo pivotante, a folha gira sobre seu próprio eixo. Normalmente instalada em banheiros, salas e corredores, esta janela não é compatível com grades ou telas.

Camarão

Este modelo é semelhante a uma sanfona: as folhas se abrem dobrando - Ademilar

Este modelo é semelhante a uma sanfona: as folhas se abrem dobrando. Proporciona um ambiente bem iluminado e ventilado, mas o mecanismo de abertura é menos intuitivo, além disso, pode dificultar a limpeza.

Fixa

Esse tipo de janela não tem nenhuma abertura - Ademilar

Indicada para quem deseja apenas clarear o ambiente com elegância, esse tipo de janela não tem nenhuma abertura.

Materiais

 

Alumínio

Durável e versátil, o alumínio também não enferruja, sendo uma ótima escolha para ambientes úmidos ou construções à beira-mar - Ademilar

Durável e versátil, o alumínio também não enferruja, sendo uma ótima escolha para ambientes úmidos ou construções à beira-mar. Por ser resistente, o alumínio ajuda ainda a compor janelas do tipo antirruído, bastante comuns atualmente nas grandes cidades.

Ferro

Robusta e com baixo custo, a janela de ferro é indicada principalmente para fachadas mais clássicas. Sua manutenção tende a ser mais trabalhosa, além disso, não deve ser instalada em ambientes úmidos, pois pode enferrujar.

Madeira

A madeira proporciona beleza e um toque rústico ao ambiente - Ademilar

A durabilidade das janelas de madeira pode ser comprovada ao observar imóveis históricos, já que muitas edificações conservam esquadrias confeccionadas com o material mesmo após séculos de instalação. A madeira também proporciona beleza e um toque rústico ao ambiente.

PVC

Semelhante ao alumínio, o PVC é bastante resistente, fácil de limpar e imune à ferrugem - Ademilar

Semelhante ao alumínio, o PVC é bastante resistente, fácil de limpar e imune à ferrugem. O material também funciona muito bem como isolante acústico.

Agora que você já escolheu a janela que mais combina com o seu projeto, que tal pensar na melhor maneira de construir sua residência? Com o consórcio de imóveis você dá início a sua obra sem pagar juros nem entrada. Acesse nosso site e faça uma simulação. Oferecemos diversas opções de planos, com parcelas e créditos que se ajustam ao seu projeto.

Veja também: Vai construir? Confira modelos de portões para a casa nova

Sobre a Ademilar

A Ademilar é especialista e pioneira em consórcio de imóveis no Brasil, desde 1991 já atendeu mais de 50 mil clientes e comercializou mais de 10,5 bilhões em créditos. Se o seu objetivo é comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos ou fazer uma aposentadoria imobiliária, a Ademilar irá te ajudar a planejar o seu futuro e o de sua família!

Acesse o site e faça uma simulação www.ademilar.com.br

Conheça mais sobre consórcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *