Decoração e Arquitetura 5 abr / 2019

Kokedama: aprenda a fazer e cuidar de arranjos

Kokedama: aprenda a fazer e cuidar de arranjos - Ademilar

Técnica japonesa de arranjos, kokedama significa, literalmente, “bola de musgo”. Os ornamentos são usados, em sua maioria, suspensos por fios, dando a impressão de que estão flutuando. Com isso, mostram-se uma ótima opção para levar a natureza para dentro de casa mesmo se houver pouco espaço disponível. Outra ideia é colocá-los em pratinhos. No Japão, os arranjos frequentemente são apoiados em pedras ou em pedaços de madeira bruta.

Uma ideia é colocar kokedamas em pratinhos - Ademilar

É uma variação do bonsai, só que de uma forma mais simples. O bonsai tem um cultivo complexo, associado à poda e à rega. A kokedama tem a magia do bonsai, mas é mais fácil de cuidar”, explica Laura Sugimoto, proprietária de um estúdio criativo especializado em plantas.

Os ornamentos são usados, em sua maioria, suspensos por fios, dando a impressão de que estão flutuando - Ademilar

As plantas de pequeno porte e que vão bem à meia-sombra são as mais indicadas para um arranjo do tipo kokedama. Outra recomendação é optar por espécies que não cresçam muito nem desenvolvam raízes profundas. Há também quem prefira ousar e fazer kokedamas usando árvores frutíferas. Neste caso, é preciso prestar atenção ao crescimento das plantas, envolvendo-as em outra bola quando as raízes começarem a sair da estrutura original.

Confira abaixo os materiais necessários e o passo a passo para criar o seu arranjo:

 

Você vai precisar de:

 

– Muda de planta da sua preferência

– Substrato

– Terra vegetal

– Argila

– Musgo esfagno e musgo verde

– Água

– Barbante, cordel de linha, lã ou outro fio da sua preferência

 

Como fazer:

 

Kokedama significa, literalmente, “bola de musgo” - Ademilar

  1. Limpe a raiz da planta, tirando o máximo de terra possível.
  2. Molde uma bola com o musgo esfagno úmido. Faça um buraco no meio e insira a planta. Envolva essa bola com uma mistura de partes iguais de terra, argila e substrato, com um pouco de água. Cubra com musgo verde.
  3. Finalize com o fio. Passe diversas vezes por todos os lados e dê um nó. Se preferir, acrescente um longo pedaço de nylon ou arame para pendurar.

Finalize a kokedama com o fio. Passe diversas vezes por todos os lados e dê um nó - Ademilar

Vale ressaltar que begônias, bromélias, orquídeas e suculentas retêm muita água e não podem ficar em contato direto com o musgo, caso contrário, apodrecem rapidamente. Ao escolher uma destas espécies, faça a bolinha sem o musgo esfagno. No lugar, coloque fibra de coco com pedrinhas, casca de pinus ou pedacinhos de isopor.

A incidência de sol e o tempo entre cada rega variam conforme a espécie escolhida, mas, de modo geral, para regar a kokedama é possível colocá-la debaixo da torneira por dez segundos ou deixá-la submersa em uma bacia com água durante o mesmo tempo.

Veja também: Plantas no banheiro: conheça a tendência “shower plants”

—————————————————————————————–

A Ademilar é especialista em consórcio de investimento imobiliário e, desde 1991, já atendeu mais de 45 mil clientes. Para comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos e fazer uma Aposentadoria Imobiliária Ademilar, contamos com uma equipe especializada.

Acesse o site ou agende uma visita! http://www.ademilar.com.br/

———

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *