Decoração e Arquitetura 19 mar / 2013

Qual profissional contratar: arquiteto ou designer de interiores?

profissional-arquiteto-designer-interioresAlém dos mestres de obra, dois tipos de profissionais surgem para auxiliar na decoração ou reforma da casa: o arquiteto e o designer de interiores. Saiba a diferença entre cada um e sua atuação no mercado para melhorar ainda mais o ambiente de convivência.

Apesar de existir muita confusão em suas distinções, os profissionais dessas áreas são diferenciados através dos limites que possuem na elaboração de um projeto. Cada um executará o serviço a partir das restrições impostas conforme a área de atuação, que são limitações garantidas pela legislação que regulamenta as profissões de arquitetos e engenheiros.

Segundo Gislaine Vargas Saibro, arquiteta urbanista e conselheira suplente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil, o design de interiores ainda não é reconhecido como uma profissão regulamentada. Derrubar ou construir paredes não está nas tarefas do designer de interiores. Caso a intenção seja lidar com esse tipo de reforma, o profissional contratado deve ser um arquiteto ou engenheiro civil.

Nesse caso, a principal função do designer de interiores é proporcionar o bem-estar dos moradores através dos elementos que irão compor a decoração, como móveis, luminárias, entre outros. Anna Rezende Galeotti, arquiteta e coordenadora do curso de design de interiores da universidade Anhembi Morumbi, comenta que “bem-estar é a base do design de interiores”.

Já para o arquiteto, a estrutura da casa é a responsabilidade maior, como projetos de modificação hidráulica, elétrica, derrubada ou construção de paredes. Toda modificação que envolva algum aspecto civil deve ser tratada por um arquiteto.

Jéthero Cardoso de Miranda, arquiteto urbanista e coordenador do curso de design de interiores do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, resume que “o designer tem como característica ser mais detalhista, enquanto o arquiteto projeta ambientes mais limpos, sem carregar nos elementos”.

Veja também: Como contratar mão de obra especializada.

12 comentários “Qual profissional contratar: arquiteto ou designer de interiores?”

    1. Olá Diego.

      Obrigado pelo comentário. Sua opinião é importante para que possamos sempre melhorar o nosso conteúdo. 🙂

  1. Seria bom se tivesse tido uma opinião de um Designer de interiores também, em vista que a profissão foi diminuída pela primeira arquiteta, que disse que a profissão de Designer de interiores nem regulamentada é!! Achei muito tendenciosa também essa reportagem!

    1. Agradecemos sua opinião, Clarissa.

      O retorno dos leitores é muito importante para nós 🙂

  2. A profissão é regulamentada SIM, a reportagem de fato “puxa a sardinha” pro lado da arquitetura. Mas não obstante, acredito que deveria abordar também a especialização na ementa de cada um dos cursos.
    Qual designer de interiores por exemplo, após tanto estudar ergonomia, cor e projetos de interiores residenciais, comerciais e institucionais nunca foi a uma Casa Cor e cansou de ver interiores projetados por arquitetos com CENTENAS de erros? É fácil jogar o objetos bonitos num ambiente, chamar de “arquitetura de interiores” e confiar no seu status de arquiteto para fazer “dar certo”. Cada macaco no seu galho. Os alunos de hoje serão os profissionais de amanhã, e devem entender onde ficam suas limitações.
    Por favor, busquem se informar mais e melhor antes de publicar​ algo assim.

    1. Parabéns Jessica pelas palavras , falou tudo. Não precisamos nos vangloriar para colocar o outro em desvantagem . Cada um tem sua função e não acho que o designer de interiores deve nada para o arquiteto. Cada um no seu quadrado .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *