Série “Pequenos Consertos”: arrumar fissuras

Série “Pequenos Consertos”: arrumar fissuras - Ademilar

De acordo com a Revista Arquitetura e Construção, fissuras e trincas ocupam o segundo lugar entre os defeitos mais comuns na construção civil, atrás apenas dos problemas relacionados à umidade.

Em geral, segundo o engenheiro civil Paulo Helene, do ponto de vista estrutural, 99% das fissuras não causam qualquer redução da capacidade resistente das estruturas. Porém, toda rachadura começa como uma fissura (abertura fina, rasa e longa que normalmente atinge apenas a pintura e o revestimento), por isso é importante ficar atento.

Fissuras maiores que 0,5 mm devem ser submetidas à avaliação de um profissional. Mas se o problema for superficial, o conserto costuma ser simples. Baseados na página Equipe de Obra, do portal Pini, separamos um passo a passo para ajudar você no processo. Confira:

Materiais necessários

Entre os materiais necessários para o reparo estão fita de poliéster TNT e massa acrílica - Ademilar

  • Fita de poliéster TNT
  • Massa acrílica
  • Massa corrida
  • Lixa
  • Espátula
  • Tesoura
  • Celuloide aplicador de massa
  • Pincel ou rolo
  • Tinta acrílica para finalizar

Instruções

  • Antes de começar, passe um pano úmido em toda a superfície a ser trabalhada e prossiga após três horas.
  • Preencha toda a extensão da fissura com a fita adesiva: com o próprio rolo do produto, tire a medida do comprimento da falha e da quantidade de fita necessária. Em seguida, corte-a com uma tesoura.
  • Caso a fissura possua formato irregular, corte vários pedaços de fita, o suficiente para cobrir todos os trechos.

Cole a fita de forma centralizada na área afetada enquanto retira a película protetora do produto - Ademilar

  • Cole a fita de forma centralizada na área afetada enquanto retira a película protetora do produto.
  • Em seguida, pegue um pedaço do papel no qual a fita estava colada e esfregue cuidadosamente a face lisa em toda a superfície. Isso evitará a formação de bolhas.

Para selar o adesivo na parede, aplique uma demão de tinta acrílica com pincel ou rolo sobre toda a área tratada - Ademilar

  • Para selar o adesivo na parede, aplique uma demão de tinta acrílica com pincel ou rolo sobre toda a área tratada, de modo que ultrapasse pelo menos 2 centímetros de cada lado.
  • Quando a tinta estiver seca, cubra a fissura com massa acrílica aplicada com celuloide.
  • Após a secagem total, dê acabamento com massa corrida (ambientes internos não molháveis) ou massa acrílica (áreas molháveis).
  • Depois que a massa secar, lixe o local tratado de forma a regularizá-lo e então limpe a superfície com um pano seco.
  • Na sequência, aplique a primeira demão de tinta acrílica e, algumas horas depois, a segunda. Dependendo da cor, poderá ser necessária uma terceira demão.

Veja também: Série “Pequenos Consertos”: como renovar o rejunte gasto

—————————————————————————————–

A Ademilar é especialista em consórcio de investimento imobiliário e, desde 1991, já atendeu mais de 24 mil clientes. Para comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos e fazer uma Aposentadoria Imobiliária Ademilar, contamos com uma equipe especializada.

Acesse o site ou agende uma visita! https://www.ademilar.com.br/

———

Sobre a Ademilar

A Ademilar é especialista e pioneira em consórcio de imóveis no Brasil, desde 1991 já atendeu mais de 50 mil clientes e comercializou mais de 10,5 bilhões em créditos. Se o seu objetivo é comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos ou fazer uma aposentadoria imobiliária, a Ademilar irá te ajudar a planejar o seu futuro e o de sua família!

Acesse o site e faça uma simulação www.ademilar.com.br

Conheça mais sobre consórcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *