Educação financeira: dicas para ensinar as crianças a economizar

Educação financeira: dicas para ensinar as crianças a economizar - Ademilar

O período de férias escolares pode ser um bom momento para introduzir a educação financeira no cotidiano das crianças. Para que os pequenos tenham hábitos de consumo conscientes na vida adulta, é importante abordar o assunto o quanto antes. Neste post, vamos mostrar algumas estratégias para ajudar nesse processo.

Antes de tudo, precisamos entender no que consiste a educação financeira. A expressão significa ter controle sobre os próprios gastos e saber tomar decisões que ofereçam segurança econômica. Para isso, é muito importante manter organizado o orçamento mensal, de forma que seja possível poupar visando objetivos futuros. Para que as crianças aprendam desde cedo a administrar as finanças, procure uma abordagem simples que possa gerar interesse. Confira algumas dicas a seguir. 

1 – Determine um valor mensal ou semanal para dar à criança

Oferecer uma mesada é uma das melhores lições sobre finanças pessoais. O valor estipulado pode ser entregue com frequência mensal ou semanal, e tem como objetivo ensinar as crianças a melhor forma de gastar o dinheiro. Uma alternativa é que o valor esteja vinculado ao desempenho em algumas tarefas, como fazer os deveres da escola, arrumar a cama, guardar os brinquedos ou levar o lixo para fora.

Ao definir a mesada, é importante que a criança ganhe apenas aquele valor, de modo que ela aprenda a administrar seus gastos contando somente com o dinheiro recebido. De preferência, não interfira diretamente nas escolhas que seus filhos farão com a mesada. Pode ser que eles não gastem da forma que você acredita ser mais adequada, mas só assim aprenderão a tomar decisões e entender quais escolhas não foram boas.

2 – Permita que os filhos cuidem do dinheiro

Como é recomendado que estejamos em casa neste momento, uma possibilidade além da mesada é entregar para a criança um valor referente aos gastos domésticos semanais. Assim, sempre que precisar comprar algo, a família irá recorrer à criança para fazer o pagamento. Tendo essa responsabilidade, ela entenderá o quanto é gasto com alimentação e outras despesas da casa.

Quando o isolamento social não for mais necessário e as pessoas voltarem a fazer passeios normalmente, permita que o pequeno administre o dinheiro destinado para as atividades e que a família recorra a ele para pagar a alimentação, a entrada do cinema ou o estacionamento, por exemplo. Com isso, a criança vai ter consciência desses gastos e entenderá que tudo tem um preço.

3 – Inclua a criança no momento de pagar as contas

A melhor forma de ensinar os filhos a terem consciência sobre o quanto é gasto é atribuir a eles algumas responsabilidades financeiras e um papel ativo na organização das contas da casa. Peça ajuda para somar as despesas e converse sobre o que é prioridade e onde seria possível cortar gastos.

Se a criança for um pouco maior, deixe contas de valor mais baixo sob a responsabilidade dela.O objetivo é que aprenda a lidar com o compromisso dos pagamentos mensais e leve em conta essas faturas quando quiser fazer algum gasto supérfluo.  

4 – Ensine a importância de poupar

É essencial que a criança saiba poupar desde cedo, seja para prevenir-se para uma emergência financeira ou para economizar para conquistar um objetivo futuro. Mostre a ela quais são os planos de longo prazo da família e quais valores estão sendo destinados para isso, ou estimule-a a pensar em um objetivo conjunto. Pode ser fazer uma viagem, um curso ou até mesmo investir. Disponibilizamos gratuitamente uma planilha de planejamento e orçamento pessoal que pode ajudar no caminho para concretizar esses objetivos.

Lembre-se que a criança aprende observando os pais. Assim, é importante ser condizente com as lições passadas. Busque manter o seu orçamento organizado, assim como ter um propósito financeiro para o futuro. Uma alternativa é o consórcio imobiliário, que é uma forma programada de garantir estabilidade financeira e um patrimônio para a família.

Planeje-se adquirindo uma cota de consórcio. Simule em nosso site e realize os seus projetos imobiliários.

Sobre a Ademilar

A Ademilar é especialista e pioneira em consórcio de imóveis no Brasil, desde 1991 já atendeu mais de 60 mil clientes e comercializou mais de 14 bilhões em créditos. Se o seu objetivo é comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos ou fazer uma aposentadoria imobiliária, a Ademilar irá te ajudar a planejar o seu futuro e o de sua família!

Acesse o site e faça uma simulação www.ademilar.com.br

Conheça mais sobre consórcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *