Os benefícios dos prédios de uso misto para a cidade e os moradores

Os benefícios dos prédios de uso misto para a cidade e os moradores - Ademilar

Os prédios de uso misto (do inglês mixed use), que mesclam unidades residenciais e comerciais em um mesmo empreendimento, começam uma retomada significativa na cidade de São Paulo, impulsionada pelo Plano Diretor Estratégico (2014) e pela nova Lei de Zoneamento.

Um edifício de uso misto pode combinar três ou mais utilidades, como residência, hotel, comércio, estacionamento, entretenimento e até consultórios médicos. A simples estratégia de reunir vários usos em uma única construção pode evitar deslocamentos, aumentar a oferta de serviços em pontos específicos da cidade e aproveitar melhor a construção durante o dia e a noite, evitando que a região fique deserta em determinados períodos.

Vale lembrar que edifícios de uso misto não são um conceito novo. Como explica o portal URBAN HUB, já na Roma Antiga as praças misturavam lojas, apartamentos e bibliotecas. Com a era industrial veio uma divisão mais rigorosa entre os espaços de moradia e de convivência e os de trabalho, tendência reforçada pelo surgimento dos carros. Em 1957, o Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, inovou ao mesclar uso comercial e residencial. Mas até a década passada, a expansão desse tipo de empreendimento demorou a decolar. Foi então que o mercado imobiliário percebeu que os problemas de mobilidade estavam se tornando insustentáveis para os paulistanos.

No ano anterior à aprovação do novo Plano Diretor de São Paulo, apenas 55 licenças para este tipo de empreendimento haviam sido emitidas. No ano seguinte o número saltou para 120. E no mínimo seis lançamentos com o conceito ocorreram no último ano ou estão planejados até 2020, segundo reportagem do Estado de São Paulo.

O PDE foi criado com a finalidade de estimular a descentralização da capital, oferecendo vantagens às incorporadoras que destinam 20% dos edifícios para uso não residencial, com o objetivo de fazer com que a cidade tenha mais unidades lançadas ao longo dos corredores de transporte público.

Outro ponto da regulamentação é a fachada ativa, integralmente ligada aos edifícios de uso misto. Comum em projetos como o do icônico Copan, na Avenida Ipiranga, idealizado por Oscar Niemeyer, a fachada ativa consiste em espaços de uso não residencial (loja, consultório, salão de beleza, restaurante, etc) no nível da rua, voltados não somente aos moradores como também abertos à população em geral e foi pensada para que os imóveis desenvolvam uma vida urbana de pedestres na rua, tornando a redondeza mais amigável.

Os prédios de uso misto trazem uma série de vantagens para a cidade e os moradores. Entre elas, melhor eficiência energética, menos carros nas ruas, maior integração com os serviços urbanos e o fortalecimento de um sentimento de vizinhança.

Estes edifícios também são ótimos para trazer mais vida às zonas comerciais, transformando uma região que fecha à noite em uma área movimentada durante todo o dia e aos finais de semana. Com mais gente nas ruas, maior a sensação de segurança e mais dinheiro circulando na economia local.

Há vantagens também para os comerciantes, que dependendo da região não conseguem atender durante a noite, por falta de movimento. Em um prédio de uso misto, quem tem o próprio negócio se sente mais seguro por contar com a infraestrutura do condomínio, e tem público garantido, que são os próprios moradores do prédio.

Os empreendimentos de uso misto agregam valor às cidades e são um ótimo investimento, principalmente quando realizado através do consórcio de imóveis, afinal, a modalidade não cobra juros nem entrada e oferece poder de compra à vista, permitindo que o investidor negocie bons descontos. Acesse nosso site, faça uma simulação e encontre o plano ideal para investir em unidades residenciais ou comerciais.

Veja também: Imóveis remanescentes: o que são e as vantagens para o comprador

Sobre a Ademilar

A Ademilar é especialista e pioneira em consórcio de imóveis no Brasil, desde 1991 já atendeu mais de 50 mil clientes e comercializou mais de 10,5 bilhões em créditos. Se o seu objetivo é comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos ou fazer uma aposentadoria imobiliária, a Ademilar irá te ajudar a planejar o seu futuro e o de sua família!

Acesse o site e faça uma simulação www.ademilar.com.br

Conheça mais sobre consórcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *