Tendências do mercado imobiliário para 2020

Tendências do mercado imobiliário para 2020 - Ademilar

O investimento em imóveis no Brasil se torna cada vez mais rentável por conta da queda da taxa básica de juros, que faz com que o retorno do aluguel seja mais lucrativo que investimentos em títulos do governo.

O constante crescimento no setor imobiliário é observado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), que apresentou os Indicadores Imobiliários Nacionais e concluiu que as vendas do último trimestre de 2019 aumentaram em 16%, se comparadas ao ano anterior. Analisando os últimos seis meses, esse aumento foi de 12,1%.

Para quem busca adquirir um imóvel, apresentamos algumas tendências do segmento para 2020.

Imóveis ecologicamente sustentáveis

O setor imobiliário busca investir em soluções sustentáveis, que permitam a economia de recursos naturais, como reaproveitamento da água da chuva e captação de energia solar. A arquitetura do imóvel também pode contribuir com mais funcionalidade.

Embora isso possa ter um custo significativo para implantação, atualmente o mercado tem opções mais viáveis para reduzir o impacto ecológico em construções, sendo este um diferencial e um fator que valoriza o imóvel.

Utilização da tecnologia

A tecnologia atual facilitou muitos processos do cotidiano, e hoje o setor imobiliário utiliza a internet para prospecção de negócios. Investir em plataformas online para se comunicar com possíveis compradores é muito importante para o contato inicial. A tendência do segmento é aperfeiçoar os sistemas digitais e reduzir a burocracia para a aquisição, além de economizar tempo de quem busca adquirir um imóvel.

Valorização da região metropolitana

O mercado de imóveis em regiões metropolitanas está em constante crescimento e é uma alternativa para quem busca melhor qualidade de vida em cidades menores ou uma oportunidade de investimento.

Os imóveis nessas regiões costumam ser maiores e ter valor mais baixo em relação às capitais. Além disso, o custo de vida dessas cidades geralmente também é menor.

Espaços compartilhados

Para quem prefere adquirir um imóvel em regiões centrais, a tendência do mercado são construções com espaços comuns, onde os moradores podem usufruir juntamente com seus vizinhos de serviços como lavanderia, espaço para festas, academia, churrasqueira, entre outros.

Nesse sentido, outra aposta do segmento são os coworkings, espaços de trabalho compartilhados que oferecem benefícios como o baixo custo e a possibilidade de contato com outros profissionais.

A economia compartilhada tem como característica principal a redução de custos devido ao melhor aproveitamento dos recursos. O consórcio também se enquadra nesse modelo de consumo e garante os mesmos benefícios!

Embora a aquisição de um bem seja feita individualmente, os consorciados de um grupo pagam parcelas mensais que irão compor o fundo comum, e é com esta quantia que um ou mais clientes são contemplados por mês. Ou seja, o valor de cada participante ajuda no acúmulo de capital e beneficia todos os consorciados do grupo.

Com o mercado aquecido e novidades no segmento, o consórcio é a opção mais prática, econômica e segura para a realização de projetos imobiliários. Faça uma simulação no site da Ademilar e conheça o plano ideal para iniciar 2020 concretizando seus objetivos.

Leia também: Por que o consórcio é um exemplo de economia compartilhada?

Sobre a Ademilar

A Ademilar é especialista e pioneira em consórcio de imóveis no Brasil, desde 1991 já atendeu mais de 60 mil clientes e comercializou mais de 14 bilhões em créditos. Se o seu objetivo é comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos ou fazer uma aposentadoria imobiliária, a Ademilar irá te ajudar a planejar o seu futuro e o de sua família!

Acesse o site e faça uma simulação www.ademilar.com.br

Conheça mais sobre consórcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *