Onde Morar 10 jun / 2019

Pratos típicos da gastronomia de São Paulo

Pratos típicos da gastronomia de São Paulo - Ademilar

Além da capital, a Ademilar está presente em outras sete cidades do estado de São Paulo.

A base da culinária típica da região é fruto do encontro entre os indígenas e os primeiros colonizadores portugueses. Ao longo dos séculos, a influência de outros povos fez com que novas cores e sabores se misturassem à gastronomia paulista. Conheça abaixo os pratos típicos de São Paulo.

 

Afogado

 

Natural da região do Vale do Paraíba, o afogado estava entre os alimentos dos tropeiros que buscavam ouro em Minas Gerais. Atualmente, o ensopado de carne bovina servido com farinha de mandioca é popular em festas religiosas, como as quermesses.

 

Azul Marinho

 

Típico de Ubatuba, no litoral norte, o prato é composto por peixe cozido com banana verde, servido com arroz e pirão feito com o caldo do peixe. Ele leva esse nome por conta de uma reação química que ocorre durante o cozimento, feito em uma panela de ferro. O líquido que sai da banana, conhecido como nódoa, se associa com o ferro e deixa o caldo com um tom azulado.

 

Bauru

 

O lanche nasceu em 1937 no Ponto Chic, uma lanchonete localizada no Largo do Paissandú e que existe até hoje. Na época, Casimiro Pinto Neto, natural de Bauru e assim apelidado pelos amigos por conta da cidade de origem, pediu ao garçom que preparasse um sanduíche com rosbife, presunto, queijo mussarela, picles, tomate, orégano e sal. A ideia foi aprovada por outros clientes e logo o lanche se tornou popular, ganhando ao longo dos anos algumas variações.

 

Coxinha 

 

Reza a lenda que a coxinha surgiu em Limeira, no interior do estado - Ademilar

Reza a lenda que a coxinha surgiu em Limeira, no interior do estado e que, quando a imperatriz Teresa Cristina visitou a cidade, se apaixonou por ela. O salgado se tornou muito popular, pois estava entre as refeições dos funcionários das fábricas paulistanas.

 

Cuscuz paulista

 

Foi só há cerca de 40 anos que o prato começou a ser preparado em uma forma de bolo com furo no meio - Ademilar

A origem do cuscuz paulista é incerta. A versão mais conhecida afirma que o prato surgiu com os tropeiros, que levavam em lenços de pano alimentos como farinha de milho, ovos cozidos, frango ou feijão. Durante as viagens, os ingredientes se misturavam, formando uma coisa só. Porém, outros pesquisadores defendem que o cuscuz já era popular em Portugal quando o Brasil foi descoberto e que, por aqui, a receita sofreu adaptações, com a substituição da farinha de trigo ou de cevada pela de milho, uma vez que o grão era bastante popular em terras brasileiras. E foi só há cerca de 40 anos que o prato começou a ser preparado em uma forma de bolo com furo no meio.

 

Sanduíche de mortadela

 

Muitos turistas visitam o Mercado Municipal de São Paulo só para comer o sanduíche, um dos atrativos do local - Ademilar

Muitos turistas visitam o Mercado Municipal de São Paulo só para comer o sanduíche, um dos atrativos do local. Conta-se que nos anos 70 um cliente reclamou da pouca quantidade de recheio, e o dono da lanchonete resolveu caprichar. Outros frequentadores fizeram o mesmo, e o recheio de até 300 gramas de mortadela se tornou padrão.

 

Virado à paulista

 

Reconhecida como patrimônio imaterial do estado de São Paulo, a receita foi registrada pela primeira vez em 1602, quando alimentava as expedições de bandeirantes. Antigamente o prato levava apenas feijão engrossado por farinha de milho ou de mandioca e toucinho de porco. Hoje, costuma contar também com arroz, bisteca, ovo e couve. É tradicionalmente servido às segundas-feiras em vários restaurantes da capital.

Veja também: Pratos típicos da gastronomia de Santa Catarina

—————————————————————————————–

A Ademilar é especialista em consórcio de investimento imobiliário e, desde 1991, já atendeu mais de 50 mil clientes. Para comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos e fazer uma Aposentadoria Imobiliária Ademilar, contamos com uma equipe especializada.

Acesse o site ou agende uma visita! http://www.ademilar.com.br/

———

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *