Imóveis que recebem raios solares são mais valorizados

Imóveis que recebem raios solares são mais valorizados - Ademilar
Contemplação da Ademilar Consórcio de Imóveis

 

A incidência de raios solares em um imóvel gera maior conforto e economia em gastos com luz. Por esse motivo, lugares que recebem a iluminação natural são mais valorizados no mercado, chegando a custar até 10% mais do que os espaços menos privilegiados.

Isso é o que defende Luiz Fernando Gambi, diretor de Comercialização e Marketing do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) e da Rede Secovi de Imóveis. De acordo com o especialista, esse interesse por espaços com incidência de luz solar é maior no hemisfério sul, abaixo da linha do Equador, em zonas pouco tropicais. Além disso, a preferência está em salas de estar e dormitórios que recebem raios pela manhã.

leia+

Lei do Inquilinato ainda é desconhecida por muitos locadores e inquilinos

Lei do Inquilinato ainda é desconhecida por muitos locadores e inquilinos - Ademilar

Em vigor desde janeiro de 2010, a nova Lei do Inquilinato (Lei 12.112) ainda é desconhecida por muitas pessoas, mesmo tendo modificado e alterado importantes artigos da legislação anterior (Lei 8245/91).

Uma de suas alterações é a que diz respeito à preferência na compra de imóveis alugados. De acordo com a lei anterior, a venda ou promessa de venda de um imóvel deveria ser precedida pela oferta do bem ao inquilino. Com a preferência sobre outros interessados, e com o mesmo valor de compra, esse locatário teria 30 dias para decidir sobre a aquisição ou entrega do imóvel.

Porém, com a nova lei, o inquilino não tem mais a preferência da compra, perdendo qualquer prioridade sobre outros possíveis compradores. A única alternativa, caso deseje ficar com o imóvel, é oferecer um valor maior do que o ofertado pelos outros interessados. Além disso, a nova Lei do Inquilinato determina que o proprietário possa imediatamente vender e solicitar a desocupação do imóvel, mesmo se o contrato de locação ainda estiver vigente. Para isso, no entanto, deve pagar uma indenização ao inquilino. leia+

Pagar prestações do consórcio é mais barato do que pagar aluguel

Pagar prestações do consórcio é mais barato do que pagar aluguel - Ademilar

Contemplação da Ademilar Consórcio de Imóveis

No Brasil, é mais vantajoso pagar prestações relativas à compra de um imóvel do que pagar o aluguel. Isso é o que demonstrou um levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que constatou ainda um aumento nos últimos dez anos da quantidade de pessoas que pagam essas prestações.

De acordo com Pedro Humberto Carvalho, técnico de Planejamento e Pesquisa do Ipea, o sistema contratual do aluguel faz com que o locatário tenha que renegociar o valor acordado a cada trinta meses. Como esse valor depende das variações do mercado e o Brasil vive em um momento de valorização dos imóveis, um significativo aumento é repassado ao aluguel. leia+

Entenda como funciona a contemplação em um consórcio

Entenda como funciona a contemplação em um consórcio - Ademilar

A contemplação é o momento mais esperado para quem contrata um consórcio. Ela confere ao beneficiado o crédito que lhe permitirá adquirir o bem ou serviço desejado. E, no caso de consorciados excluídos, ela representa a restituição das parcelas pagas, observadas as regras contratuais e legais.

Existem duas maneiras de ser contemplado em um consórcio. A mais conhecida delas, e a que reflete a própria essência do serviço, é o sorteio. Além dele, há a contemplação mediante lances.

Mensalmente, e em datas previamente estipuladas, o sorteio é realizado pela extração da Loteria Federal. Tanto os consorciados ativos (os que mantêm o vínculo obrigacional com o grupo), quanto os excluídos (por falta de pagamento de prestação) têm as mesas chances de contemplação – este último recebe o que já pegou, menos as taxas administrativas e o valor de rescisão do contrato. Já os consorciados inadimplentes não participam dos sorteios. Essa é uma determinação legal, com fundamento na dependência do grupo pela contribuição de todos os participantes. leia+