Reforma: investimento para valorizar o imóvel

Reforma: investimento para valorizar o imóvel - Ademilar

Segundo reportagem da ADEMI-RJ (Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário), dados do CAU/ RJ (Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro) apontam que, de janeiro a agosto deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado, houve crescimento de 15% no número de Registros de Responsabilidade Técnica (RRT) feitos em reformas de imóveis residenciais e comerciais. Este documento comprova que projetos e obras de Arquitetura e Urbanismo possuem um responsável devidamente habilitado para realizar tais atividades.

De acordo com os dados do conselho, nas unidades residenciais o índice é menor, mas deve começar a aumentar, por conta da proximidade com o fim do ano, quando as pessoas buscam fazer melhorias no imóvel. Além de renovar o bem, deixando-o mais moderno e agradável para os moradores, as reformas também são capazes de valorizar o imóvel, tanto para venda quanto para aluguel.

Enquanto alguns especialistas afirmam que as reformas podem valorizar um imóvel em até 20%, a arquiteta Rosemeire Albuquerque, em entrevista ao portal Correio Braziliense, pontua que uma reforma completa pode elevar em até 40% seu valor.

Quais reformas valorizam o imóvel?

No momento de vender ou alugar um imóvel, a conservação é um dos itens que mais pesam na decisão do comprador ou inquilino, ficando atrás apenas da localização. Mas como definir quais reformas devem ser feitas?

O primeiro passo seria investir em uma boa pintura, já que paredes com um aspecto limpo melhoram todo o ambiente. Cores claras são as mais indicadas, pois além de agradar à maioria das pessoas, ajudam a ampliar visualmente os cômodos. Depois é importante trocar o piso, principalmente dos espaços usados com mais frequência, como banheiro, sala e cozinha.

Segundo Rogério de Queiroz Lattufe, proprietário de uma empresa de engenharia especializada em reformas, em entrevista para a Gazeta Online, as obras que mais contribuem com a valorização são as de cozinha e banheiro, principalmente a troca de revestimentos, bancadas, louças e metais.

Outro fator que valoriza o imóvel é integrar a sala com a cozinha, uma mudança que facilita a circulação e deixa o ambiente mais iluminado - Ademilar

Outro fator que valoriza o imóvel é integrar a sala com a cozinha, uma mudança que facilita a circulação e deixa o ambiente mais iluminado.

Independentemente da reforma realizada, o essencial é que ela seja bem executada, pois os clientes estão cada vez mais exigentes e uma obra malfeita pode ter o efeito contrário, desvalorizando o imóvel. Para isso, é importante que o proprietário conte com o acompanhamento de arquitetos e empresas especializadas na execução dos serviços.

Reformas no aluguel por temporada

Como explica André Marini, diretor comercial da Ademilar, as reformas são essenciais principalmente se o foco estiver na locação por temporada. Como explica o executivo, quando as pessoas visualizam as fotos dos imóveis em aplicativos, muitas vezes de unidades localizadas no mesmo edifício, elas acabam optando por locar aquele que tem uma reforma mais recente, cujos ambientes chamam a atenção. Com isso, o proprietário tem mais giro na locação e acaba conseguindo uma rentabilidade muito mais alta.

O consórcio pode ser usado para reformar o imóvel

Quem deseja reformar o imóvel para valorizá-lo e obter mais rentabilidade com a venda ou aluguel pode contar com o consórcio imobiliário. Através da modalidade, o valor da reforma é parcelado de forma integral, sem a cobrança de entrada ou de juros.

André Marini dá um exemplo neste sentido. Supondo que o proprietário tenha um imóvel no valor de R$ 300 mil com o objetivo de alugá-lo, ele geralmente seria locado por 0,4% ao mês, ou seja, R$ 1.200. Já se o proprietário fizer um consórcio de R$ 100 mil e investir na reforma, ele irá conseguir locar esse imóvel por um percentual bem mais alto, pois o consumidor verá que compensa pagar um pouco mais para morar em um local melhor, na comparação com outro bem que não tenha nada de valor agregado, e no qual ele precisará desembolsar uma grande quantia para deixá-lo em melhores condições. Além disso, muitas vezes a parcela do consórcio fica inferior ao adicional que o proprietário receberá ao alugar o imóvel mais bem preparado.

Na Ademilar, o crédito pode ser usado tanto para o pagamento da mão de obra quanto para a compra de materiais, como cimento, tijolos, tintas e cerâmicas. Não é possível utilizá-lo na compra de móveis. Para a liberação do valor na contemplação, o imóvel a ser reformado entra como garantia.

Acesse nosso site, faça uma simulação e encontre o melhor plano para renovar e valorizar seu imóvel.

Veja também: Imóvel para investimento: as melhores opções

Sobre a Ademilar

A Ademilar é especialista e pioneira em consórcio de imóveis no Brasil, desde 1991 já atendeu mais de 50 mil clientes e comercializou mais de 10,5 bilhões em créditos. Se o seu objetivo é comprar, construir, reformar, investir em imóveis, garantir o futuro dos filhos ou fazer uma aposentadoria imobiliária, a Ademilar irá te ajudar a planejar o seu futuro e o de sua família!

Acesse o site e faça uma simulação www.ademilar.com.br

Conheça mais sobre consórcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *